Passar para o Conteúdo Principal

logótipo mirandela

Hoje
Hoje
Amanhã
Amanhã

Clube de Caça e Pesca de Mirandela

imagemCaracterização

Fundado em 20 de Agosto de 1986, com Estatutos e Regulamentos aprovados, teve as suas primeiras instalações sociais e desportivas no Recinto de Reginorde.

Presentemente a sua sede situa-se no Bairro Fundo de Fomento de Habitação, Bloco 14, Cave Esquerda.

Está filiado na Federação das Associações de Caçadores da 1ª Região Cinegética (sócio nº 7), assim como na Federação Portuguesa de Tiro com Armas de Caça, Federação Portuguesa de Pesca Desportiva e Associação de Pesca de Trás-os-Montes e Alto Douro (APTA).

O Clube de Caça e Pesca de Mirandela surgiu, naturalmente, da necessidade de os caçadores se organizarem, no sentido de gerirem a caça. Foram fundadores do clube: José Alberto Ribeiro, Augusto Alves Pinto, José Leopoldo Pinto, Ângelo Dinis Teixeira, Carlos Alberto, José Manuel Pereira, Armando Augusto Vaz, Francisco Alfredo Ferreira, Fernando da Silva Garcia, Vítor Santos Cabano, Alfredo José Ricardo, Francisco Manuel Bernardo, Manuel de Jesus Fernandes Fidalgo, Paulo Ilídio Pires, José António Cunha, Manuel Fernandes Ramos, Abel Acácio Ramos e Eduardo Joaquim Cachopas.

Aos 2 dias do mês de Outubro de 1986 (Acta nº 1 da Assembleia-geral) reuniram os directores do clube de Caça e Pesca, sob a presidência de José Alberto Ribeiro, com a seguinte ordem de trabalhos: Ponto 1 – Distribuição de cargos. Ponto 2 – Quais as assinaturas que obrigam o clube para emissão de cheques. Ponto 3 – Carta à Câmara para pedido de audiência. Ponto 4 – Compras do material necessário à contabilidade e expediente. Ponto 5 – Pedido de reunião com a Brigada Venatória. Ponto 6 – Aprovação de sócios. Ponto 7 – Deliberação sobre o pagamento das jóias. Sobre o ponto 1 ficou deliberado o seguinte:

Presidente: José Alberto Ribeiro, Tesoureiro: Armando Augusto Pires Vaz, Secretários: Manuel Fernandes Ramos e José Leopoldo Pinto e como vogais: José António Cunha, Victor dos Santos Cabano e Augusto Alves Pinto.

Sobre o ponto 2 ficou deliberado que para a emissão de cheques será obrigatória a assinatura do tesoureiro conjuntamente com a do Presidente e no impedimento deste, a de um secretário. Sobre o ponto 3 foi enviada a respectiva carta à Câmara Municipal. Sobre o ponto 4 procedeu-se às devidas diligências. Sobre o ponto 5 foi pedida a respectiva reunião. Sobre o ponto 6 foram aprovados os sócios propostos. Sobre o ponto 7 foi deliberado que a jóia atribuída aos sócios poderá ser paga até um máximo de 4 prestações mensais.

Hoje conta com cerca de 835 associados pagantes, entre pescadores e caçadores, e é responsável há mais de doze anos, pela concessão de pesca desportiva no troço do Rio Tua, compreendida entre a açude do Gomes, a montante, e o açude da Quinta do Choupim, a jusante, incluindo 750 metros da ribeira de Carvalhais, freguesia e concelho de Mirandela (Alvará emitido pela DGF com o nº 92 / 2003), com uma área de 39 ha, pela qual paga a taxa anual de € 233,61 Euros.

A constante adesão ao Clube de inúmeros praticantes de Tiro e Pesca Desportiva, decorrentes das condições, não ainda ideais, que este clube oferece para a prática das diversas modalidades, impulsionaram de forma decisiva o permanente desenvolvimento e engrandecimento desta colectividade, que para tanto contribuíram, as sucessivas Direcções que presidiram aos destinos do Clube, actuando sempre com profunda dedicação e inegável visão.

Para se tornar sócio é preciso pagar uma jóia de 25 €. Até aos 16 anos há isenção de jóia. A quota mensal é de 1 €.

Os actuais corpos gerentes (2004/2005) são: Assembleia-geral: Presidente: Carlos Alberto Horta Moreira; Vice-Presidentes: António Clemente Mendes e Joaquim Manuel Ideias Mendes; Secretários: José de Oliveira e Jorge Manuel César. Conselho Fiscal: Presidente: António Manuel Inácio Alves; Vogal: Henrique Paulo Reis; Relator: Carlos Manuel Pereira.

Direcção: Presidente: João A. F. Ribeiro; Vice-Presidentes: António Jorge Ribeiro e Miguel António Pires; Secretários: Arnaldo S. Ferreira e Tadeu S. Carvalho; Tesoureiro: Joaquim Rente dos Santos; Vogais: José S. M. Duarte, José António Neta, José Filipe Ribeiro, Felisberto Miranda e Antero Fernandes Vaz.

Participação desportiva

A nível desportivo realçamos no tiro com armas de caça, o atirador mirandelense Paulo Valbom que no Verão de 1998 em Anancy, em França, alcançou a medalha de prata, no campeonato da Europa de juniores, na classificação colectiva. A equipa portuguesa, que subiu ao pódio, era constituída por 3 elementos. Nesta altura o atirador mirandelense competia pelo Clube de Caçadores do Marco de Canavezes, já que o tiro com armas de caça ainda não estava implantado no Clube de Caça e Pesca de Mirandela. Paulo Valbom foi durante algumas épocas atirador de 1ª categoria em fosso universal e trap, estando actualmente na 2ª categoria.

No ano de 2005, o clube participa pela primeira vez num campeonato nacional de tiro, em fosso universal. Decorreu entre 8 a 10 de Abril, em S. Pedro de Rates. A melhor classificação, entre os mirandelenses foi obtida por Rui Cepeda, 4º classificado em 4ª categoria.

O clube organiza actualmente desde 2003 o Circuito Inter-clubes de Trás-os-Montes, provas em 7 campos de tiro, que reúne 100 a 120 atiradores por prova.

Na pesca desportiva, o clube tem pescadores federados na 1ª e 2ª divisão a nível regional, mas já teve pescadores de nível nacional. O primeiro a atingir essa meta foi Carlos Manuel Pereira, depois seguido por Jorge Manuel César.

http://ccpmirandela.com.sapo.pt

ÁREA DE MUNÍCIPE

Aceda à sua Área de Munícipe para ter acesso aos Serviços Online, Gestão de Newsletters entre outras funcionalidades.

CONTACTOS

Câmara Municipal de Mirandela
Praça do Município
5370-288 Mirandela

Telefone 278 200 200
Fax 278 265 753
E-mail geral@cm-mirandela.pt

Linha verde: 800 205 791