Passar para o Conteúdo Principal

logótipo mirandela

Hoje
Hoje
Amanhã
Amanhã

História

História do Concelho

Na cidade de Mirandela estão dos melhores valores arquitectónicos do concelho, como o Palácio dos Távoras, imponente construção nobre reedificada no século XVII, o Palácio dos Condes de Vinhais, a cerca amuralhada da qual resta apenas a Porta de Sto. António, a ponte velha, que continua a constituir uma incógnita quanto à data de construção e que constituem valores patrimoniais e a cultura de um povo.

Em Mirandela nasceu também, com exemplo dado, o conceito de cidade jardim. O culto da flor invadiu todos os espaços. Milhares de belas flores estendem-se por uma cidade inteira que vale a pena visitar.

Por todo o concelho há vestígios de povoamento pré-histórico, bem documentado por monumentos megalíticos e diversos castros. Os povos da idade do bronze desenvolveram uma intensa actividade mineira explorando o estanho, o cobre, o arsénio e ouro como é o caso do “buraco da pala”, situado na freguesia de Passos, que foi identificado um caso de metalurgia primitiva de ouro entre 2800-2500 A.C. Os romanos, não podendo ficar insensíveis ao minério, também aqui se estabeleceram deixando as marcas da sua civilização.

Logo no século VI, o paroquial Suevo dá-nos conta da existência de “Laetera”, enigmática e vasta circunscrição administrativa que corresponde à mesma área onde nasceu o concelho de Mirandela. A importante e medieval “terra de Ledra”estender-se-ia pela quase totalidade do actual concelho e por parte do de Vinhais, compreendendo ainda um reduzida porção do concelho de Mirandela. No dealbar do século XIII, já esta terra se encontrava dividida em três julgados: Lamas de Orelhão, Mirandela e Torre de D. Chama. Todas estas povoações receberam foral e se constituíram em concelhos. Mirandela recebeu assim de D. Afonso III carta foral a 25 de Maio de 1250.

De 1835 a 1871, as reformas liberais extinguiram-nos, restando-lhes a memória desses tempos de autonomia.

Em 1884, o concelho de Mirandela passa a ter delimitações geográficas conforme as actuais.

Cronologia
  • 1250 CRIAÇÃO DO CONCELHO DE MIRANDELA.
    • Foral dado a Mirandela por El-Rei D. Afonso III-  25 de Maio de 1250.
  • 1282 A vila de Mirandela é transferida do lugar denominado por "Castelo Velho" para o
    • Cabeço de S. Miguel, (local onde hoje está situada).
    • Carta de transferências passada por El-Rei D. Dinis em 2 de Setembro de 1282.
  • 1287 Criação do concelho de Torre D. Chama.
    • Foral dado a Torre D. Chama por El-Rei D. Dinis 25 de 1287.
  • 1291 Definição dos primeiros limites geográficos do concelho de Mirandela. Foral dado a Mirandela por El-Rei D. Dinis - 7 de Março de 1291.
  • 1293 Extinção do concelho de Torre D. Chama.
    • Carta passada por El-Rei D. Dinis 30 de Setembro de 1293.
  • 1295 Instituída a primeira "Feira" em Mirandela
  • 1299 Restabelecido de novo o concelho de Torre D. Chama.
    • Foral dado a Torre D. Chama por El-Rei D. Dinis - 25 de Março de 1299.
  • 1303 Confirmação definitiva do restabelecimento do concelho de Torre D.Chama.
  • 1512 Foral dado a Mirandela por El-Rei D. Manuel - 1   de Julho de 1512.
  • 1512 Foral dado a Torre D. Chama por El-rei D. Manuel - 4 de Maio de 1512.
  • 1513 Foral dado a Frechas por El-Rei D. Manuel - 10 de Março de 1513.
  • 1514 Foral dado a Vale de Asnes por El-Rei D. Manuel - 11 de Julho de 1514.
  • 1514 Foral dado a Abreiro por El-Rei D. Manuel - 2 de Agosto de 1514.
  • 1515 Foral dado a Lamas de Orelhão por El-Rei D. Manuel - 15 de Julho de 1515.
  • 1517 Criação da Comenda de Sta. Maria Madalena de Mirandela.
  • 1518 Fundação da Santa casa da Misericórdia de Mirandela.
  • 1835 Criação da Comarca de Mirandela.
  • 1835 Extintos os concelhos de Lamas de Orelhão e  Frechas.
  • 1836 Extinto o concelho de Abreiro.
  • 1855 Extinto o concelho de Torre D. Chama.
  • 1871 Extinto o concelho de Vale de Asnes.
  • 1883 Criação da Corporação de Bombeiros Voluntários de Mirandela.
  • 1884 O concelho de Mirandela passa a ter delimitações geográficas conforme as actuais.
  • 1887 Inauguração do caminho-de-ferro de Foz-Tua a Mirandela (27 de Setembro 1887).
  • 1919 Publicação de um Decreto governamental, pelo qual é conferida à Vila de Mirandela o oficialato da Ordem da Torre e espada, do Valor, Lealdade e Mérito.
  • 1935 Publicação de uma Portaria governamental que designa a constituição heráldica das Armas, Bandeira e Selo da Vila de Mirandela.
  • 1960 Instalação do Complexo Agro-Industrial do Cachão.
  • 1978 Instalação da Direcção-Regional de Trás-os-Montes do Ministério da Agricultura.
  • 1984  Elevação de Mirandela a Cidade 


* in Mirandela entre duas datas 1986. João Luís Teixeira Fernandes

Documentos


Código de Posturas

Mirandela no Portugal Antigo e Moderno

Mirandela - Apontamentos Históricos de Padre Ernesto de Sales

Mirandela no Abade de Baçal

Mirandela, Segundo Barroso da Fonte

Mirandela no Portugal Económico, Monumental e Artístico - Anos 30

Apontamentos Sobre a Criação do Concelho de Mirandela

Mirandela e a Guerra Colonial

Historiadores de Mirandela

Inauguração Oficial do Ginásio-Sede do Sport Clube de Mirandela

Processo-Crime no Âmbito da Liberdade de Imprensa

Luciano Cordeiro, por José Machado

Ponte Romana no Rio Tuela (Ponte da Pedra)

Mirandela e o seu Foral na Idade Média Portuguesa

O Concelho de Mirandela em 1982

Mirandela na Enciclopédia Luso-Brasileira

Discurso do Ministro do Interior, Dr. Trigo de Negreiros, no dia 27 de Julho de 1952 aquando da Inauguração dos Paços do Concelho de Mirandela

ÁREA DE MUNÍCIPE

Aceda à sua Área de Munícipe para ter acesso aos Serviços Online, Gestão de Newsletters entre outras funcionalidades.

CONTACTOS

Câmara Municipal de Mirandela
Praça do Município
5370-288 Mirandela

Telefone 278 200 200
Fax 278 265 753
E-mail geral@cm-mirandela.pt

Linha verde: 800 205 791