Passar para o Conteúdo Principal

logótipo mirandela

Hoje
Hoje
Amanhã
Amanhã

Mirandela combate Vespa das Galhas do Castanheiro

20210428 155500 1 980 2500
08 Mai '21

A técnica de luta biológica contra a Vespa das Galhas do Castanheiro, através da introdução um parasitoide nas árvores infetadas, permite conter a invasão e minimizar os prejuízos causados por esta praga.

Foi realizada pela primeira vez no concelho de Mirandela, na freguesia com maior expressão na produção de castanha – Caravelas -, uma largada do parasitoide "Torymus sinensis", o único meio reconhecido atualmente como tendo eficácia no controlo da Vespa das Galhas do Castanheiro.

De nome científico "Dryocosmus kuriphilus", a Vespa das Galhas do Castanheiro ataca estas árvores, provocando a formação de galhas nos gomos e folhas, o que se traduz uma redução drástica na produção e qualidade da castanha, conduzindo, por consequência, ao declínio dos castanheiros.

O inseto parasitoide introduzido nas árvores com sinais de infestação alimentar-se-á das larvas da vespa e tem um raio de atuação de cerca de cinco quilómetros, sendo que a reversibilidade do efeito nefasto nos castanheiros só deverá ser notória seis a sete anos após a introdução do referido inseto.

Inserida no Plano de Largadas para Portugal, a realizar no ano 2021, a luta biológica para controlo da Vespa das Galhas do Castanheiro, no concelho de Mirandela, é um trabalho em conjunto com a Direção Regional de Agricultura e Pescas do Norte, o Instituto Politécnico de Bragança e o Gabinete Técnico Florestal do Município, em que se promovem largadas, com distâncias pré-estabelecidas e no local onde sejam visíveis as galhas da vespa-do-castanheiro, que deverão ser no início da rebentação do castanheiro e após a formação das galhas.

Por forma a aumentar a eficácia desta ação, a não mobilização dos soutos é fundamental para o estabelecimento do parasitoide em ambiente natural, pois durante a fase adulta necessita de se alimentar de pólen e néctar provenientes de flores da vegetação espontânea.

Não devem ainda ser realizados tratamentos fitossanitários entre março e fim de junho, nomeadamente inseticidas, em todos os castanheiros infetados pela vespa e nos quais foi introduzido o parasitoide. O uso de herbicidas e outros produtos químicos também afeta, inevitavelmente, a proliferação e eficácia deste inseto aliado no combate à Vespa das Galhas do Castanheiro.

ÁREA DE MUNÍCIPE

Aceda à sua Área de Munícipe para ter acesso aos Serviços Online, Gestão de Newsletters entre outras funcionalidades.

CONTACTOS

Câmara Municipal de Mirandela
Praça do Município
5370-288 Mirandela

Telefone 278 200 200
Fax 278 265 753
E-mail geral@cm-mirandela.pt

Linha Verde e Proteção Civil: 800 205 791