Passar para o Conteúdo Principal

new-logo

Hoje
Hoje
Amanhã
Amanhã

Apodos


imagemSegundo o dicionário da Porto Editora, “apodo” significa alcunha afrontosa, motejo e zombaria.

O apodo tem normalmente um carácter jocoso, ofensivo, depreciativo e crítico e atribuem-se a pessoas, localidades ou situações.

O Abade de Baçal referencia inúmeros apodos relativos a localidades do concelho de Mirandela, que podem ser consultados no tomo IX das suas «Memórias Arqueológico-Históricas do Distrito de Bragança», nas páginas 253 e 254, que não reproduzimos agora na íntegra para que ninguém se sinta ofendido ou ultrajado. Contudo, o que é indesmentível é que eles fazem parte da etnografia e dos usos e costumes do nosso povo e da nossa região e nem toda a gente leva a mal.

Exemplos:

  • Lavradores nas Aguieiras
  • Em Carvalhais pucareiros
  • Em Vila Boa coelheiros
  • Escrivãos de Suçães
  • Gaiteiros do Regodeiro
  • Os de Frechas são peixeiros
  • Em Vale de Juncal doutores, etc.

Além desses, refere também apodos irritantes e epigramáticos, excluindo alguns de carácter cornígero, coprocológico e mundaneiro, por serem demasiado livres e principalmente porque são filhos da maledicência e não têm curso geral popular.

Segundo o Abade de Baçal, os de Chelas são apodados de barbas, e maltratam a quem lhes diz: dá cá as barbas. Corre que a origem veio de uma mulher do povo que dava barbas aos homens que as não tinham, sendo por isso muito venerada, presenteada e procurada pelos homens de Chelas.

A gente do Ervideiro trata mal aos que lhe gritam: à gateira, à gateira.

Mirandela, mira-a bem e foge dela. Mirandela, mira além e guarte dela. Quem Mirandela mirou nela se ficou. Sifílis de Mirandela ou mata ou pela.

Os moradores do Romeu irritam-se por lhe tocarem os sinos.

Os moradores de São Salvador irritam-se se lhes perguntarem se a cadela já pariu. Como a fonte tem pouca água no Verão, chegando mesmo a secar, para inculcarem esta falta dizem que uma cadela foi parir à fonte. Daí o ofensivo da alusão.

Os moradores de Vale de Lobos irritam-se e maltratam gritando-lhes: Ó cô, ó cô, que equivale a dizer: ó lobo, ó lobo.

Em Vale de Telhas, Boi de Santa Maria de Emes e mulher de Vale de Telhas, não os leves para casa que torces as orelhas.

ÁREA DE MUNÍCIPE

Aceda à sua Área de Munícipe para ter acesso aos Serviços Online, Gestão de Newsletters entre outras funcionalidades.

Título do Grupo
Tamanho max. do ficheiro: 5 Mb

Termos de Aceitação

A submissão deste formulário implica os consentimentos infra e a aceitação dos nossos termos e condições no que diz respeito a dados pessoais. Os dados recolhidos serão objeto de tratamento interno, não sendo cedidos para terceiros para além das obrigações legais. Os dados serão armazenados de forma segura durante 10 anos após finalização de tratamento. Caso deseje entrar em contato deve enviar email para: email@example.com

A submeter o formulário. Por favor aguarde.

CONTACTOS

Câmara Municipal de Mirandela
Praça do Município
5370-288 Mirandela

Telefone 278 200 200
Fax 278 265 753
E-mail geral@cm-mirandela.pt

Linha Verde e Proteção Civil: 800 205 791
Registo de Queima de Amontoados
CANAL DE DENÚNCIAS